Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
Data: 26/06/2017 Hora: 15:00:03
PROJETO SOBRE PRODUÇÃO E DESTINO DO LIXO PROMOVE AÇÕES SOCIAIS DOS ALUNOS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE GUARANI D’OESTE

Na última quarta-feira (21), alunos do 4º ano com a professora Ângela Maria Porto Ruiz e a Equipe Gestora da Escola Municipal Professora Alzira do Carmo Dias Moreira de Guarani d'Oeste promoveram ações sociais em prol do Hospital de Câncer de Jales (SP).
A questão do lixo é um dos mais sérios problemas ambientais "enfrentados" atualmente no Brasil e no mundo. A maior parte das cidades brasileiras possui um serviço de coleta e gestão que não prevê a separação e tratamento adequado do lixo da origem ao destino final.
 O projeto é uma sequência didática do material Ler e Escrever que discute sobre produção e destinação do lixo. O objetivo é a conscientização sobre a importância da redução e destino certo do lixo, a fim de amenizar esse grave problema da sociedade moderna. Nesta perspectiva, e considerando que toda a questão do lixo passa por um aspecto básico para uma nova consciência ambiental, seja da criança ou do cidadão em geral, acredita-se que a educação será efetiva através de ações concretas. 
Pensando em ações os alunos organizaram uma campanha para recolher lacres de latinhas para o Hospital de Câncer de Jales (SP). Toda a escola se mobilizou para arrecadar o maior numero de lacres no prazo de 3 meses. E não parou por aí, durante a campanha as alunas Ingrid Aparecida Barduchi, (9) e Analice da Silva Melo, (9),  decidiram doar  seus cabelos, fazendo assim, com que mais pessoas participassem da ação. Entre elas estão a cabeleireira Josi, proprietária do Salão de Beleza Cantinho da Josi, que doou um pouco do seu tempo e de forma voluntária esteve na escola para fazer o corte da aluna Analice e uma participação especial da munícipe Maria Rita Machado Felício, a qual consideramos uma guerreira na sua luta contra o câncer e será nossa representante na entrega dos lacres e cabelos no Hospital de Câncer de Jales (SP). 
Foi uma experiência inesquecível para toda a comunidade escolar, com certeza trará também uma mudança de comportamento, já que um dos pressupostos é de que a educação deverá promover, em todos os sentidos, o desenvolvimento do educando, com vistas a uma interação crítica com o mundo.

Enviar esta notícia para um amigo

Reportar erro